19 de julho de 2009

DEFICIÊNCIAS


"Deficiente"
é aquele que não consegue modificar sua vida, aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono de sí mesmo. "Louco" é quem não procura ser feliz com o que possui."Cego" é aquele que não vê seu próximo morrer de frio,de fome, de miséria, e só tem olhos para seus míseros problemas e pequenas dores."Surdo" é aquele que não tem tempo de ouvir um desabafo de um amigo, ou o apelo de um irmão. Pois está sempre apressado para o trabalho e quer garantir seus tostões no fim do mês."Mudo" é aquele que não consegue falar o que sente e se esconde por trás da máscara da hipocrisia."Paralítico" é quem não consegue andar na direção daqueles que precisam de sua ajuda."Diabético" é quem não consegue ser doce."Anão" é quem não sabe deixar o amor crescer. E, finalmente, a pior das deficiências é ser miserável, pois:"Miseráveis" são todos que não conseguem falar com Deus.


Mario Quintana

17 de julho de 2009

APARÊNCIAS


Não acuse o irmão que parece mais abastado. Talvez seja simples escravo de compromissos.
Não condene o companheiro guindado à autoridade. É provável seja ele mero devedor da multidão.
Não inveje aquele que administra, enquanto você obedece. Muitas vezes, é um torturado.
Não menospreze o colega conduzido a maior destaque. A responsabilidade que lhe pesa nos ombros pode ser um tormento incessante.
Não censure a mulher que se apresenta suntuosamente. O luxo, provavelmente, lhe constitui amarga provação.
Não critique as pessoas gentis que parecem insinceras, à primeira vista. Possivelmente, estarão evitando enormes crimes ou grandes desânimos.
Não se agaste com o amigo mal-humorado. Você não lhe conhece todas as dificuldades íntimas.
Não se aborreça com a pessoa de conversação ainda fútil. Você também era assim quando lhe faltava experiência.
Não murmure contra os jovens menos responsáveis. Ajude-os, quanto estiver ao seu alcance, recordando que você já foi leviano para muita gente.
Não seja intolerante em situação alguma. O relógio bate, incessante, e você será surpreendido por inúmeros problemas difíceis em seu caminho e no caminho daqueles que você ama.


Francisco Cândido Xavier. Da obra: Agenda Cristã.

16 de julho de 2009

ALCANCEMOS A LUZ


"A fé transporta montanhas" - afirmou o Divino Mestre.
Em nossa condição de emparedados no vale sombrio das próprias dívidas, à frente da Lei, não nos detenhamos na feição exterior do ensinamento e, sim, apliquemos a beleza do símbolo, ao nosso próprio mundo interno.
Antigos prisioneiros do cárcere de reiteradas defecções espirituais, sentimo-nos cercados por pesadas colunas de treva a enceguecer-nos a visão.
Montanhas empedradas de revolta e indisciplina, inclinam-nos para os despenhadeiros do sofrimento.
Montanhas espinhosas de negligência e ociosidade, ameaçam-nos com os precipícios da negação e da dúvida.
Montanhas de leviandade e insensatez, induzem-nos a cair nos desvãos do tempo perdido.
Montanhas de débitos e aflições que formamos com os resíduos dos próprios erros, no curso dos milênios incessantes, desviam-nos o espírito para a inutilidade e para a morte.
Que a nossa fé seja hoje o instrumento de renovação dos nossos próprios caminhos.
Utilizando-a na obra paciente do amor, construiremos nova senda, a soerguer-nos para os cimos da vida.
Para conhecer com segurança é preciso discernir; para discernir é indispensável aprender; para aprender é necessário amar com todas as nossas forças.
Abençoadas revelações nos esperam nos montes do futuro, todavia, para alcançar o esplendor do porvir, é imprescindível desintegrar a neve da indiferença e diluir a sombra espessa da incompreensão que nos prendem à furna do egoísmo cristalizado.
Não basta nos demoremos em análises esterilizantes do escuro ambiente de purgação do pretérito em que nos encontramos, embora reconheçamos o diálogo construtivo por valioso ingrediente na edificação da verdade.
A hora que passa é preciosa demais para que lhe percamos a grandeza.
Saibamos abraçar a fé viva que o Cristo nos legou com a renunciação aos caprichos inferiores e, transformando-nos em sinceros trabalhadores, no aperfeiçoamento de nós mesmos pelo trabalho infatigável do bem, aniquilaremos as montanhas agressivas que nos separam do Mestre Divino e d"Ele receberemos o salário da luz com que assimilaremos os dons das mais altas revelações nos domínios da Vida Eterna.

Emmanuel

Do livro: Mais Perto. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

O bem vence o mal, espanta o temporal


Por estes dias estive pensando em qual é a função do que pensamos ser o "mal" no universo. Como seres humanos para entendermos melhor qualquer conceito seja ele de bem ou de mal precisamos humanizá-los, assim chamamos o bem de Deus e o mal de Diabo (só para citar um exemplo de nome que criamos para o “coisa ruim”).
Sendo o mal encarnado pelo Diabo compreendi que ele conhece as fraquezas da natureza humana e as explora para nos tirar do caminho da luz.Explora as portas que deixamos abertas e usa seu poder para desistirmos de lutar.Tem a favor de si duas armas poderosas, o complexo inferioridade e a dúvida.O complexo de inferioridade é da natureza humana geral, cada um tem, teve ou terá em maior ou menor grau, sua origem está na nossa necessidade de nos sentirmos aceitos pelos outros. Assim nos transformamos naquilo que imaginamos que os outros desejariam que fôssemos. Ou seja, damos ao outro o poder de decidir sobre nossa própria imagem, idéias, nossas necessidades, e inconscientemente renunciamos a nossa capacidade natural de conduzir a própria vida, exatamente por nós avaliarmos incapazes.
E tanto o Demo como qualquer ser humano que perceba essa nossa fraqueza irá explorá-la ao seu favor. Para manipular, induzir e até mesmo escravizar uma alma. Há vampiros soltos por ai e eles não sugam sangue, mas a nossa energia vital. E eles nem sabem o que fazem. Ser vulnerável também é da natureza humana.
A dúvida se instala em nosso pensamento quando não temos certeza a respeito de nossas escolhas, quando não temos segurança naquilo que estamos decidindo, porque uma opção mal feita pode trazer sérias conseqüências na vida da gente, escolher algo significa abandonar algo também, e o tempo nunca corre pra trás, certas alternativas escolhidas não permitem volta.
Esteja o bem e o mal dentro ou externamente da gente, a dúvida e o complexo de inferioridade são dois inimigos que devem ser combatidos, e a única maneira de combater o inimigo é reconhecendo e identificando as nossas fraquezas.
Fica mais forte quem sabe no que é mais fraco.


VISITE O BLOG
Andre Luis Aquino
http://andre.aquino12.blog.uol.com.br/

Se não houver amanhã...


Sabe, eu que costumava deixar muitas coisas para amanhã, resolvi lhe dizer, hoje, o quanto você é importante para mim, porque quando acordei pela manhã, uma pergunta ressoava na acústica de minha alma:
E se não houver amanhã?
Então, hoje eu quero me deter um pouco mais ao seu lado, ouvir suas idéias com mais atenção, observar seus gestos mais singelos, decorar o tom da sua voz, seu jeito de andar, de correr, de abraçar.
Porque… se não houver amanhã… eu quero saber qual é sua comida preferida, a música que você mais gosta, a sua cor predileta…
Hoje eu vou observar seu olhar, descobrir seus desejos, seus anseios, seus sonhos mais secretos e tentar realizá-los.
Porque, se não houver amanhã… eu quero ter gravada em minha retina o seu sorriso, seu jeito de ser, suas manias…
Hoje eu quero fazer uma prece ao seu lado, descobrir com você essa magia que traz tanta serenidade, quero subir aos céus com você, pelos fios invisíveis da oração.
Hoje eu vou me sentar com você na relva macia, ouvir a melodia dos pássaros e sentir a brisa acariciando meu rosto, colado ao seu, em silêncio… e sem pressa.
Hoje eu vou lhe pedir por favor, agradecer, me desculpar, pedir perdão, se for necessário.
Sabe, eu sempre deixei todas essas coisas para amanhã, mas o amanhã é apenas uma promessa… O hoje é presente.
Assim, se não houver amanhã, eu quero descobrir hoje qual é a flor que você mais gosta e lhe ofertar um belo ramalhete.
Quero conhecer seus receios, aconchegá-lo em meus braços e lhe transmitir confiança…
Hoje, quando você for se afastar de mim, vou segurar suas mãos e pedir para que fique um pouco mais ao meu lado.
Sabe, eu sempre costumo deixar as palavras gentis para dizer amanhã, carinhos para fazer amanhã, muita atenção para prestar amanhã, mas o amanhã talvez não nos encontre juntos.
Eu sei que muitas pessoas sofrem quando um ser amado embarca no trem da vida e parte sem que tenham chance de dizer o que sentem, e sei também que isso é motivo de muito remorso e sofrimento.
Por isso eu não quero deixar nada para amanhã, pois se o amanhã chegar e não nos encontrar juntos, você saberá tudo o que sinto por você e saberei também o que você sente por mim.
Nada ficará pendente…
Quero registrar na minha alma cada gesto seu.
Quero gravar em meu ser, para sempre, o seu sorriso, pois se a vida nos levar por caminhos diferentes eu terei você comigo, mesmo estando temporariamente separados.
Sabe, eu não sei se o amanhã chegará para nós, mas sei que hoje, hoje eu posso dizer a você o quanto você é importante para mim.
Seja você meu filho, minha filha, meu esposo ou esposa, um amigo talvez, você vai saber hoje, o quanto é importante para mim… porque, se não houver amanhã…
Amanhã o sol será o mesmo mensageiro da luz mas as circunstâncias, pessoas e coisas, poderão estar diferentes.
Hoje significa o seu momento de agir, semear, investir suas possibilidades afetivas em favor daqueles que convivem com você.
Hoje é o melhor período de tempo na direção do tempo sem fim…

Redação do Momento Espírita disponível no CD Momento Espírita, v. 7, ed. Fep.

Desenhando o amanhã


Aproximo-se de minha renovação, frente a mesa da vida , os pinceis usados , gastos pelo tempo que foi apresentado , mas cada qual com sua historia , cada qual com sua representação , do amarelo ao preto cada um com seu significado.

Utilizados com a dignidade, com o amor, com a lisura, com a pureza, alguns que custaram muita dor, e pintaram trevas, outras alegrias deixando a beleza de campos floridos marcados pela eternidade.

Agora, a senhora vida coloca-me novos pinceis. Desejo com eles retificar erros passados, colocar mais flores em meus campos, trazer a força do sol para dentro de mim, o romantismo da lua para minha alma, a sabedoria dos mestres, a delicadeza dos poetas, usar cada qual com equilíbrio, calma e dedicar-me a esta nova pintura.

Vou deixar meu redor pronto para receber-te , deixar que tome contas de meus campos, que venha fazer parte de minha constelação, me permitir ser feliz e te fazer feliz.

Os pinceis ai estão prontos, você é minha tinta, começa a ser minha inspiração, os dedos, antes largados pela grande dor do abandono, começam a movimentar-se.

Os olhos, entregues ao infinito das lagrimas, começam a brilhar; a voz, embargada pela magoa , começa a se soltar.

É a vida renovando-se, é você, com teu encanto, trazendo a esta grande pintura a esperança de voltar a ser feliz.

Certamente, por traz deste grande desenho, esta alguém a quem um dia pedi, olhando para o oceano.

Nada mais te peço, Senhor, sem ser amar e ser amado por alguém pronto. Ele apresenta-me os pinceis e trouxe-me você.
Vem ser minha vida, vem...

Paulo Nunes Junior

14 de julho de 2009

Eu só te amo porque você não gosta de mim


“Não choro,/Meu segredo é que sou rapaz esforçado,/Fico parado, calado, quieto,/Não corro, não choro, não converso,/Massacro meu medo,/Mascaro minha dor,/Já sei sofrer./Não preciso de gente que me oriente,/Se você me pergunta/Como vai?/Respondo sempre igual,/Tudo legal,Mas quando você vai embora,/Movo meu rosto no espelho,/Minha alma chora./Vejo o rio de janeiro/Comovo, não salvo, não mudo/Meu sujo olho vermelho,/Não fico calado, não fico parado, não fico quieto,/Corro, choro, converso,/E tudo mais jogo num verso/Intitulado/ Mal secreto.” (Waly Salomão)
Tenho a sensação que quando saio na rua posso cruzar com você a qualquer instante, devo parecer um tolo dizendo isso, e talvez seja mesmo. Mas não me importo com julgamentos, o que eu sinto é que aquela estrela no céu que escolhemos para ser nossa a cada dia está mais apagada. E ainda assim quase sem luz ainda posso vê-la. E quando ela se apagar completamente ainda assim saberei onde ela brilhava.
Você queria um salvador, um maldito herói, alguém perfeito o bastante para exibir para suas amigas e eu sou só um cara comum, só um romântico louco, ás vezes um poeta desvairado outras um homem tão tranqüilo como uma manhã de domingo.Voce não tinha culpa, não tinha sido feita pra amar alguém assim como eu.O meu azar é que eu fui feito pra amar alguém assim como você.
Apesar desses pesares também sinto uma saudade boa, saudade do que deu certo entre nós, uma nostalgia positiva, por isso é tão difícil mudar de parágrafo quando escrevemos a história de nossa vida pensando no que passou. O passado mal resolvido tem esse efeito colateral, quando penso no “eu” daquela época só consigo me lembrar do “nós”.
Já sei sofrer e isso é uma grande vantagem para se esquecer alguém.


VISITE O BLOG
Andre Luis Aquino
http://andre.aquino12.blog.uol.com.br/

Não me faça promessa


Eu tenho medo de te perder pro ontem, para o que veio antes de mim, fico aqui pensando porque que a gente quer aquilo que nos feriu, que nos machucou, de onde vem esse masoquismo, essa dependência tola, essa terrível falta de amor próprio. Por que continuar querendo o que nos subtrai, nos reduz a muito menos do que valemos? Triste sina essa a do aprisionado que acabada a pena a que foi condenado, terminou por se acostumar demais a prisão. Não sabe mais viver em liberdade. Mesmo que lhe concedam o direito de estar livre ele comete um novo crime só para voltar para o seu eterno cárcere.
Em nome de que persistimos no erro, nessa falta de zelo, da total ausência de carinho com o próprio destino, porque queremos quem nos quer pela metade, porque nos iludimos por alguém que só quer conosco uma colorida amizade. Uma desculpa para luxuria, para nos fazer de resto, por que permitimos que nos humilhem, que façam da gente gato e sapato?Passamos a aceitar o que antes abominávamos. . E assim frágeis somos presa fácil, fácil.
Por causa de tudo isso por mais que sejamos espertos, experientes e vividos ficamos estúpidos, parece que nosso cérebro fica oco, como um tronco de árvore morta. O durante parece antídoto enquanto dura, mas vira um terrível veneno quando se torna o depois. Rouba e mata aos poucos. Quero provar pra quem que estou bem? Nessa hora o orgulho só nos torna ainda mais cretinos.
Que mecanismo diabólico será esse que nos torna reféns de um sentimento destrutivo, porque que ao invés de ser o perseguidor eu me tornei um fugitivo? Por que eu vivo me enganando que o tempo vai curar se a cura não está no tempo passar, mas se eu deixar de viver por gostar de sofrer, se eu continuar lembrando do que passou.Se eu me contentar com as migalhas desse pão velho, se eu me agarrar aos destroços e ficar achando que quem afundou o navio vai voltar pra me salvar.Eu tenho medo que agora que meus olhos ficaram maduros meu coração apodreça.
E eu não mereço isso.

VISITE MEU BLOG
Andre Luis Aquino
http://andre.aquino12.blog.uol.com.br/

13 de julho de 2009

Sou intensa demais para sua heresia...



Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo. Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos. Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso. Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.Já tive crises de riso quando não podia.Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE! Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos. Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer: - E daí? EU ADORO VOAR!


A vida...



A vida me ensinou...
A dizer adeus às pessoas que amo,
Sem tira-las do meu coração;
Sorrir às pessoas que não gostam de mim,
Para mostra-las que sou diferente do que elas pensam;
Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade,
Para que eu possa acreditar que tudo vai mudar;
Calar-me para ouvir;
Aprender com meus erros.
Afinal eu posso ser sempre melhor.
A lutar contra as injustiças;
Sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo,
A ser forte quando os que amo estão com problemas;
Ser carinhosa com todos que precisam do meu carinho;
Ouvir a todos que só precisam desabafar;
Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos;
Perdoar incondicionalmente,
Pois já precisei desse perdão;
Amar incondicionalmente,
Pois também preciso desse amor;
A alegrar a quem precisa;
A pedir perdão;
A sonhar acordada;
A acordar para a realidade (sempre que fosse necessário);
A aproveitar cada instante de felicidade;
A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar;
Me ensinou a ter olhos para "ver e ouvir estrelas", embora nem sempre consiga entendê-las;
A ver o encanto do pôr-do-sol;
A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser;
A abrir minhas janelas para o amor;
A não temer o futuro;
Me ensinou e esta me ensinando a aproveitar o presente, como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesma tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher.


Fênix Faustine

Quem não dá assistência, abre concorrência.



Você homem da atualidade, vem se surpreendendo diuturnamente com o "nível" intelectual, cultural e, principalmente, "liberal" de sua mulher, namorada e etc.
Às vezes sequer sabe como agir, e lá no fundinho tem aquele medo de ser traído - ou nos termos usuais: "corneado".
Saiba de uma coisa... esse risco é iminente, a probabilidade disso acontecer é muito grande, e só cabe a você, e a ninguém mais evitar que isso aconteça ou, então, assumir seu "chifre" em alto e bom som.
Você deve estar perguntando porque eu gastaria meu precioso tempo falando sobre isso. Entretanto, a aflição masculina diante da traição vem me chamando a atenção já há tempos. Mas o que seria uma "mulher moderna"?
A princípio seria aquela que se ama acima de tudo, que não perde (e nem tem) tempo com/para futilidades, é aquela que trabalha porque acha que o trabalho engrandece, que é independente sentimentalmente dos outros, que é corajosa, companheira, confidente, amante... É aquela que às vezes tem uma crise súbita de ciúmes mas que não tem vergonha nenhuma em admitir que está errada e correr pros seus braços... É aquela que consegue ao mesmo tempo ser forte e meiga, desarrumada e linda... Enfim, a mulher moderna é aquela que não tem medo de nada nem de ninguém, olha a vida de frente, fala o que pensa e o que sente, doa a quem doer...
Assim, após um processo "investigatório" junto a essas "mulheres modernas" pude constatar o pior:
VOCÊ SERÁ (OU É???) "corno", a menos que:
- Nunca deixe uma "mulher moderna" insegura. Antigamente elas choravam. Hoje, elas simplesmente traem, sem dó nem piedade. - Não ache que ela tem poderes "adivinhatórios". Ela tem de saber - da sua boca - o quanto você gosta dela. Qualquer dúvida neste sentido poderá levar às conseqüências expostas acima.
- Não ache que é normal sair com os amigos (seja pra beber, pra jogar futebol...) mais do que duas vezes por semana, três vezes então é assinar atestado de "chifrudo". As "mulheres modernas" dificilmente andam implicando com isso, entretanto elas são categoricamente "cheias de amor pra dar" e precisam da "presença masculina". Se não for a sua meu amigo... bem...
- Quando disser que vai ligar, ligue, senão o risco dela ligar pra aquele ex bom de cama é grandessíssimo. - Satisfaça-a sexualmente. Mas não finja satisfazê-la. As "mulheres modernas" têm um pique absurdo com relação ao sexo e, principalmente dos 20 aos 40 anos, elas pensam em - e querem - fazer sexo todos os dias (pasmem, mas é a pura verdade)...bom, nem precisa dizer que se não for com você...
- Lhe dê atenção. Mas principalmente faça com que ela perceba isso. Garanhões mau (ou bem) intencionados sempre existem, e estes quando querem são peritos em levar uma mulher às nuvens. Então, leve-a você, afinal, ela é sua ou não é???? Nem pense em provocar "ciuminhos" vãos. Como pude constatar, mulher insegura é uma máquina colocadora de chifres.
- Em hipótese alguma deixe-a desconfiar do fato de você estar saindo com outra. Essa mera suposição da parte delas dá ensejo ao um "chifre" tão estrondoso que quando você acordar, meu amigo, já existirá alguém MUITO MAIS "comedor" do que você...só que o prato principal, bem...dessa vez é a SUA mulher. Sabe aquele bonitão que, você sabe, sairia com a sua mulher a qualquer hora. Bem... de repente a recíproca também pode ser verdadeira. Basta ela, só por um segundo, achar que você merece...Quando você reparar... já foi.
- Tente estar menos "cansado". A "mulher moderna" também trabalhou o dia inteiro e, provavelmente, ainda tem fôlego para - como diziam os homens de antigamente - "dar uma", para depois, virar pro lado e simplesmente dormir.
- Volte a fazer coisas do começo da relação. Se quando começaram a sair viviam se cruzando em "baladas", "se pegando" em lugares inusitados, trocavam e-mails ou telefonemas picantes, a chance dela gostar disso é muito grande, e a de sentir falta disso então é imensa.
A "mulher moderna" não pode sentir falta dessas coisas...senão...
Bem amigos, aplica-se, finalmente, o tão famoso jargão
"quem não dá assistência, abre concorrência".
Deste modo, se você está ao lado de uma mulher de quem realmente gosta e tem plena consciência de que, atualmente o mercado não está pra peixe (falemos de qualidade), pense bem antes de dar alguma dessas "mancadas"... proteja-a, ame-a, e, principalmente, faça-a saber disso. Ela vai pensar milhões de vezes antes de dar bola pra aquele "bonitão" que vive enchendo-a de olhares... e vai continuar, sem dúvidas, olhando só pra você!
Arnaldo Jabor

Força e coragem



Você se considera uma pessoa de coragem?

E, se tem coragem, também tem força o bastante para suportar os desafios da caminhada?

Em muitas ocasiões da vida, não sabemos avaliar o que realmente necessitamos: se de força ou de coragem.

E há momentos em que precisamos das duas virtudes conjugadas.

Há situações que nos exigem muita força, mas há horas em que a coragem se faz mais necessária.

Eis aqui alguns exemplos:

É preciso ter força para ser firme, mas é preciso coragem para ser gentil.

É preciso ter força para se defender, mas é preciso coragem para não revidar.

É preciso ter força para ganhar uma guerra, mas é preciso coragem para se render.

É preciso ter força para estar certo, mas é preciso coragem para admitir a dúvida ou o erro.

É preciso ter força para manter-se em forma, mas é preciso coragem para ficar de pé.

É preciso ter força para sentir a dor de um amigo, mas é preciso coragem para sentir as próprias dores.

É preciso ter força para esconder os próprios males, mas é preciso coragem para demonstrá-los.

É preciso ter força para suportar o abuso, mas é preciso coragem para faze-lo parar.

É preciso ter força para fazer tudo sozinho, mas é preciso coragem para pedir apoio.

É preciso força para enfrentar os desafios que a vida oferece, mas é preciso coragem para admitir as próprias fraquezas.

É preciso força para buscar o conhecimento, mas é preciso coragem para reconhecer a própria ignorância.

É preciso força para lutar contra a desonestidade, mas é preciso coragem para resistir às suas investidas.

É preciso força para enfrentar as tentações, e é preciso coragem para não cair nas suas armadilhas.

É preciso ter força para gritar contra a injustiça, mas é preciso muita coragem para ser justo.

É preciso força para pregar a verdade, mas é preciso coragem para ser verdadeiro.

É preciso força para levantar a bandeira da paz, mas é preciso coragem para construí-la na própria intimidade.

É preciso ter força para falar, mas é preciso coragem para se calar.

É preciso força para lutar contra a insensatez, mas é preciso coragem para ser sensato.

É preciso ter força para defender os bens materiais, mas é preciso coragem para preservar o patrimônio moral.

É preciso ter força para amar, mas é preciso coragem para ser amado.

É preciso ter força para sobreviver, mas é preciso coragem para aprender a viver.

Enfim, é preciso ter muita força para enfrentar as batalhas do dia-a-dia, mas é preciso muita coragem moral, para vencer-se a si mesmo.

Força e coragem: duas virtudes com as quais podemos conquistar grandes vitórias. E a maior delas é a vitória sobre as próprias imperfeições.

***

A coragem de vencer-se antes que pretender vencer o próximo, de desculpar antes que esperar ser desculpado e de amar apesar das decepções e desencantos, revela o verdadeiro cristão, o legítimo homem de valor.

Por essa razão a coragem é calma, segura, fonte geradora de equilíbrio que alimenta a vida e eleva o ser aos altos cumes da glória e da felicidade total.



Autor:
(Da equipe de redação do Momento Espírita)

12 de julho de 2009

A resposta soprando no vento...


“Quantas estradas precisará um homem andar antes que possam chamá-lo de um homem?.. Quantas vezes precisará um homem olhar para cima até poder ver o céu?”( Blowing in the Wind, trecho da canção de Bob Dylan)

Tenho uma coisa a dizer, quero eliminar o medo, assim acaba a angústia, farei isso lá no espaço que existe entre as sinapses, apagar as más lembranças do passado e desistir das vãs esperanças no futuro, em algum momento conseguir deixar o pensamento como se fosse água pura, insípido, inodoro e incolor. Quero continuar sendo doce sem ser melado.Escrevo no mesmo ritmo da respiração, porque se ao invés de escrever as palavras eu pudesse soprá-las assim eu faria.
Com o tempo a gente perdoa, não porque é bobo ou é mole, mas porque guardar magoa ou acumular ressentimento pode provocar doença ruim. Há o que depende e o que não depende de mim, ao separar essas duas substancias de destino, tenho reencontrado a paz.
Digo sempre ao meu respeito que aprendi com o tempo a me proteger com uma concha, mas andei mudando de estado físico e de espírito, hoje tenho camadas, uma sobre a outra se sobrepondo e resguardando o meu tesouro. Não sei quantas são, sei que uma é feita daquilo que leio e falo, outra daquilo que já vivi e mais uma das idéias que os outros fazem ao meu respeito, e que uma a uma vão se depositando sobre mim.
E fico assim parecendo uma coisa e sendo outra, não só eu, na verdade com todo mundo isso acontece, ninguém nos conhece totalmente, por isso tenho me esforçado muito para usar menos a primeira pessoa do verbo ser quando sou.

VISITE O BLOG
Andre Luis Aquino
http://andre.aquino12.blog.uol.com.br/

10 de julho de 2009

Períodos de Crise...


Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,mas não esqueço de que minha vida é a maior empresa do mundo.E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viverapesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas ese tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrarum oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um 'não'. É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. Pedras no caminho?Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

(Fernando Pessoa)

Honestidade



Não precisamos ser perfeitos, mas temos que ser honestos.Fazer nosso melhor de acordo com nosso entendimento e capacidade. E ainda manter nossos olhos abertos para o próximo lance da escada.
Nunca nos pressionando a subir se ainda não estamos prontos, mas sempre agradecendo a existência desse degrau mais alto. Estar pronto quando é hora de subir. Isto é honestidade.

Anthony Strano - Discovering SpiritualityBrahma Kumaris

Desânimo

Quem nunca encontrou no seu caminho uma pessoa que se lamenta o tempo todo? Pessoas a um tal nível de carência que nem elas se suportam.
Da mesma forma como podemos fazer com que nos amem nos valorizando, podemos fazer com que nos desprezem despertando nos outros esse tipo de sentimento. Eu também já senti pena de mim algumas vezes. Todos, de uma forma ou de outra, um dia passam por isso.
Durante um período meio difícil, uma caminhada mais pedregosa é normal se deixar um pouco desanimar. Anormal é fazer disso parte da vida e pensar que outros vão nos seguir nessa direção, que vão nos apoiar.
O apoio vem sim, temporariamente, se as pessoas notam que fazemos alguma coisa no sentido de ir em frente. Mas mantenha-se nessa posição por muito tempo e você vai notar que as visitas, os telefonemas e até e-mails serão cada vez mais raros.
A gente estende a mão com o coração aberto, mas se o braço fica estendido por muito tempo, acaba doendo e nesse caso só temos duas opções: ou cedemos e caímos no buraco também, ou regressamos e deixamos a ajuda de lado. É muito pesado carregar as dores dos outros se elas só têm isso para oferecer.
Não que as pessoas se aproximem de outras somente com o intuito de receber, mas a vida é uma troca e, conscientes ou não, estamos sempre em busca de coisas boas e bonitas, de alegrias e felicidade. Seja uma pessoa agradável e sorridente e você vai ver como outros vão procurar sua presença. Espalhe alegria, coisas boas e positivas. As pessoas vão se aproximar, vão querer estar sempre perto de você.


Letícia Thompson

Falando com nossos botões...




Falamos conosco mesmos todos os dias, mesmo se nos custa confessar. Saber que todos fazem isso nos assegura, nos tira da classe dos anormais e nos coloca ao mesmo nível que outros seres humanos.Entretanto, temos que saber até onde vão os limites. Mas um louco consciente da sua loucura, já não é louco, mas um ser consciente das suas limitações.
Um momento a sós conosco é preciso e benéfico. Pessoas que sentem a necessidade constante de estar em movimento, no barulho, na agitação, evitam, muito provavelmente, de pensar nos próprios problemas, seja por medo de enfrentá-los, seja porque não sabem como resolvê-los.
O que ignoramos nos faz menos mal. Ao inverso, fechados demais e pensando demais é que algo também não vai bem.A boa medida, sempre e em tudo, traz equilíbrio para nossas vidas.
Em alguns momentos precisamos conversar com nossos botões. Ver e talvez, rever nossos conceitos da vida, nossas fragilidades, tentar encarar com honestidade nossos sentimentos em relação aos outros, uma forma de nos tornarmos pessoas mais sãs, mais preparadas para contribuir na construção do mundo.
Não podemos consertar o mundo se nós mesmos nos sentimos quebrados. A paz que damos é a que possuímos, então precisamos buscá-la, transformando as pedrinhas que nos machucam em pontes que nos ligarão a outras pessoas.
A solidão é um mal e queremos fugir dela. Mas nós atraímos ou afastamos as pessoas, segundo nossa vida, nossa maneira de enfrentar uma coisa ou outra.
Ninguém é responsável pela nossa vida. Somos grandes. Somos raios de sol e os que querem calor e luz se aproximarão. A nós cabe brilhar. E todos conheceremos a fonte. E para quem ainda não encontrou o caminho, é só procurar.



Letícia Thompson

Desapego




Aquilo pelo qual tenho apego gera cobiça e ciúmes nos outros. Mas como evitar esse tipo de conflito? Desenvolvendo a consciência de ser apenas um tutor. As coisas não me pertencem - eu simplesmente cuido delas com amor e responsabilidade. Posses, talentos e bons relacionamentos são frutos das minhas boas ações, mas não preciso ficar agarrado a eles. Desapegado não significa ser descuidado ou desligado. Desapegado é ser capaz de manter o amor e o carinho pelas coisas a ponto de fazê-las prosperar.

Ken O'Donnell

Não se acostume com o que não faz feliz...



Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário. Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas. Se achar que precisa voltar, volte! Se perceber que precisa seguir, siga! Se estiver tudo errado, comece novamente. Se estiver tudo certo, continue.Se sentir saudades, mate-a. Se perder um amor, não se perca! Se o achar, segure-o!